UMA BOLSA QUE GUARDA O MUNDO, POR CRIS GUERRA (entrevista)

 

 10698483_910921092270423_3027473697545681648_n

 

Foto Leca Novo

Na passada terça feira Cris Guerra apresentou a sua bolsa Ícone para a Guarda Mundo (Já falei dela aqui, e do projeto, na altura da primeira aparição pública, mais privada, do modelo). O local escolhido não podia ser melhor: a sapataria Laporte, o que juntou a maravilha da bolsa a um mundo encantado de sapatos!… perfeito!

Aproveitei a oportunidade para uma mini entrevista e saber mais sobre o novo objeto de desejo…

 

EntrevistaCris_GuardaMundo

(Foto Leca Novo)

Helena Branquinho (HB)De onde veio a inspiração do modelo, e até que ponto esse modelo representa a Cris Guerra?

Cris Guerra (CG) – Em primeiro lugar, antes de mais nada, eu queria uma bolsa em que coubesse muita coisa. Eu adoro o nome Guarda Mundo, e quando eu conheci a marca fiquei muito atraída, porque a minha bolsa guarda o meu mundo, guarda a minha vida! Eu não consigo levar pouca coisa na bolsa! Então isso já foi uma grande inspiração. Em segundo lugar eu queria uma bolsa vermelha! Que eu amo bolsa vermelha!! Não posso ver uma bolsa vermelha que eu quero comprar. Todas as bolsas vermelhas do mundo, eu quero comprar! (risos)É uma tara! Eu acho que é um objeto de design que é um ícone! Então a gente decidiu que a bolsa seria vermelha, escolhemos uma textura, e a gente juntou com o cobre – meio acobreado,meio dourado – que é uma coisa que também está muito presente na minha vida. Então essa bolsa representa a Cris Guerra primeiro pelo vermelho, pela quantidade de coisa que cabe nela, pelo fato de você poder pegar com a mão – você também pode usar a tiracolo, mas acho que uma bolsa que você pega com a mão é muito elegante – é uma bolsa que não é tão grande visivelmente mas cabe muita coisa! E tem uma coisa legal também: o zíper abre totalmente! Igual a casaco, você desfaz o zíper, abre a bolsa inteira, depois fecha , encaixa o zíper e fecha a bolsa. É uma bolsa que não fica apertada! É uma bolsa em que cabe a sua vida.

 EntrevistaCrisGuerra_Laporte_GuardaMundo

(Foto: Ana Magalhães)

 

HB – Qual a importância de uma mulher ter a sua bolsa única e personalizada?

CG – A bolsa é um objeto de design. Ela fica entre a arquitetura e a moda. É um objeto muito legal, que a gente tem vontade de ter, mas que a gente não veste,  a gente leva com a gente. A bolsa tem uma relação muito próxima com o nosso estilo. Ela tem que traduzir o nosso estilo! A gente não consegue levar uma bolsa que não tem a ver com a gente. E ela é também utilitária. Então é um resumo de coisas muito interessantes para definir a nossa personalidade. Acho que essa importância tem a ver com a segurança da mulher, tem a ver com alguma coisa que defina de fato a personalidade dela. A bolsa é como se fosse um status a tira colo, a gente está levando uma informação… É como se fosse um arremate da sua roupa. Eu adoro! Eu sou suspeita para falar.  

 

Momentos registrados pela lente de Ana Magalhães:

Momentos2

Sapatos Laporte usados pela Cris Guerra durante o evento: adoro!! acho que vão virar it da estação!;Momentos da entrevista, conversa, e redes sociais; Plillip Martins com Cris Guerra.

 

Mais sobre o evento sob a lente de Leca Novo: 

10450931_910922115603654_6817885385782819644_n

 

Com Ana Magalhães

10635893_910922055603660_6393779938429052299_n 10686964_910922085603657_915940302735693455_n

1391757_910922488936950_5086648069462564372_n

10533444_910922405603625_7422978723372590475_n

 

 ENJOY!

 

 

What's your reaction?

Deixe seu comentário