STYLE NOTE #24

Style Note24

 

Fala-se muito em usar as mesmas peças de forma diferente, conjugações novas, etc. Ainda bem, porque é uma boa forma de explorarmos o nosso guarda roupa ao máximo sem que se torne cansativo, repetitivo, previsível ou aborrecido.

Mas repetir coordenados, conjugações, looks não é crime nem pecado, nem sequer sinal de deselegância! Aliás, aconselho sempre a terem alguns coordenados pré feitos, aqueles que sabem com que se sentem bem, para os dias “desinspirados” ou sem tempo.

Eu repito looks! (escândalo!…) Não repito muitas vezes, é verdade, e saírem exatamente iguais é difícil já que acabo por usar uns sapatos diferentes, trocar um acessório ou a bolsa, só porque me apetece. Mas a base não deixa de ser a mesma.

Inovar e dar largas à nossa criatividade na hora de conjugar as roupas deve ser um momento de prazer que nos desafia a ser nós mesmas todos os dias, e não o peso da obrigação de não poder repetir… é suposto ser libertação, diversão, e um incentivo a explorar outras opções… e não a prisão de “não posso repetir o look!”.

Portanto, mesmo com a invasão de exemplos de pessoas que todos os dias partilham os seus looks sem se repetir, não se sinta na obrigação de fazer o mesmo para ser fashion ou it. Antes no direito e prazer de… se assim o entender.

Que essa ideia não a prenda, mas a liberte!

 

ENJOY!

 

 

 

 

What's your reaction?

1 Comentar

  • Inserido novembro 9, 2013
    PorDiana Pimentel

    Também concordo em absoluto Helena! É sempre bom ter uns looks que sabemos que funcionam e que podemos repetir quando estamos menos inspiradas. E mesmo assim , basta mudar ou acrescentar um acessório para ficar diferente (e assim já não somos acusadas de repetir um visual…)
    Bjs Diana P

Deixe seu comentário